Carta de Suicídio

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×
Caro leitor,
Sei que deve ser difícil imaginar como uma pessoa chega a esse ponto, mas eu sei. Não estranhe se não me encontrar mais perambulando por aí, cartas de suicídio notificam uma decisão fatal. Há na verdade várias discussões para catalogar o ato de tirar a própria vida como sendo covardia ou coragem, eu sinto que é um pouco dos dois. Bem, no mínimo posso afirmar com certeza que é uma decisão difícil e com certeza vai gerar muita polêmica.
Fiquei pensando seriamente se deixaria meu corpo em lugar fácil de ser achado ou se não daria chance para fazerem cerimônia com meus pedaços inertes em letargia. É complicado, acredite. A cada palavra que escrevo lágrimas me brotam nos olhos e mais certeza e convicção me levam ao momento final.

É difícil contar toda história aqui, batalhar contra pessoas, ideias e emoções é de fato muito desgastante. Acho que chegou a hora de aliviar meu sofrimento, afinal, mais cedo ou mais tarde todos morrem, não é ? Melhor morrer conscientemente por minhas próprias mãos que ser pego de surpresa pela injustiça da vida.
Se eu pudesse ler seus pensamentos veria possíveis dúvidas, angústias, e dores, quem sabe você não está um pouco desesperado agora? Infelizmente não posso experimentar seus pensamentos nem em vida nem passando além do Vale da Sombra da Morte, mas dentre em breve isso será irrelevante para mim, morrer para mim é lucro (um pouco diferente do lucro de Paulo).
Pra quem já me fez a brincadeira “morre que passa” ,decidi jogar esse jogo, pena que esse só dá de uma partida.

 

Só para constar, este não é um texto copiado, estamos falando de Matheus Fugita fazendo a última de suas escolhas.

 

Peço perdão a meus pais e família, espero que um dia Deus pague a vocês o valor que investiram em mim.

 

Peço perdão aos amigos, a um em especial que estava me apoiando nas lutas.
Peço perdão a minha namoarada por talvez não ser o namorado que você merecia.
Perdão professores que passaram horas me ensinando e instruindo , seu conhecimento agora me acompanha para o desconhecido.
Não peço perdão de Deus, estou indo me encontrar com Ele para acertar contas, Ele precisa me esclarecer muitas coisas que ficaram entre nós.

 

Vou dar apenas uma rápida explicação, contarei um pouco de minha história: meu Dono desde meu nascimento era uma pessoa boa, agora é mau! Nós antes nos amávamos, fazíamos nossas vontades a qualquer hora , e eu gostava disso.

 

Assistíamos a todos nossos filmes preferidos, comíamos tudo de que gostava e a gente maltratava quem quisesse sem culpa nenhuma. Eu nunca vi problema algum nisso, eram dias maravilhosos de Glória e alegria efêmera.

 

Mas eu fui traído, meu dono conheceu outra pessoa. Às vezes ele chamava de Jesus, outra hora de Cristo, eu odiava era quando ele unia em um só “Jesus Cristo”. Eles ficavam falando horas e horas e muito raramente meu dono dava atenção pra mim. Admito: estou com muito ciúme, inveja e ódio.

 

Pior que o tal de Jesus era bom mesmo, só o olhar dEle deixava meu dono todo errado, ele passou a ter dependência de Cristo.

 

Meu dono fez reforma na casa, mudou a cor da parede em que nós colocávamos nossas coisas, mudou as panelas, não come mais como antes, não fala mais do que a gente gostava, deixou de sair e se envolver com pessoas que eu aprovava, mudou as músicas que ouvíamos e pintou por dentro tudo com o sangue do tal de Cristo. Essa foi a gota d’água.


Estou solitário demais, alimento-me muito pouco, passo fome – pra ser franco, nem lembro a última vez que comi. Simplesmente não há competição com o novo Deus dele, Ele fez tudo, pagou o que tinha de pagar, foi humilhado e até morreu. Foi uma sacada muito boa dEle, não tenho chance.


Outros colegas meus perderam a mesma batalha, todos fomos rejeitados por nossos donos e caímos em esquecimento, resta-nos simplesmente morrer. Todavia, não se engane , ainda há chance de voltar, basta o Matheus querer. Tenho amigos dentro de você também, basta você dar ouvidos aos seus gostos, vícios, culturas, tradições, ciência, tendências e logo o Jesus não terá espaço na vida de vocês. Aguardem-nos, saio agora de minha vida para entrar na lixeira do Matheus, fique esperto que só serei deletado quando ele se encontrar com Cristo. Olha que coisa, Jesus marcou o encontro mas não disse quando ia ser, vai entender essa gente. Até lá faço essa despedida formal porque as trevas não habitam no mesmo lugar que a Luz. Foi bom conhecer vocês…
Adeus, mundo cruel.
 Ass : Natureza pecaminosa do Matheus.



Galátas 2:20: “Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.”



Matheus Fugita