Deus, um Mago

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×
Vamos lá, raciocínio rápido.
Quem escreveu o Gênesis?
Moisés escreveu.
Com quem Deus falou através de uma sarça ardente?
Moisés.
Com quem Moisés se encontrou no monte no Sinai?
Deus.
Ora, se Moisés se encontrou com o próprio Deus, teria ele se equivocado e escrito o Gênesis de maneira errada para ser interpretado errado de propósito, ainda mais sabendo que Deus deu tal conhecimento a Moisés?
Em que idioma foi escrito originalmente o livro do Gênesis?
Em hebraico/aramaico.
Você sabia que o verbo “criar”, no texto original, em Gênesis 1.1 é uma palavra especial e única?
Em hebraico, o verbo é “bara” בָּרָא. E o único sujeito que a ele se relaciona é Deus. Não existe menção nenhuma, na Bíblia, deste verbo a outro sujeito.

“No princípio, criou Deus os céus e a terra”. Gênesis 1.1.  בָּרָא (bara)

Apenas Deus poderia ter criado (bara).
E criou o mundo em 6 dias, conforme relatado pelo próprio Deus em suas palavras a Moisés, no monte: “E Deus falou todas estas palavras” (Exôdo 20:1), “pois em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas no sétimo dia descansou, Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e o santificou”. Êxodo 20:11.
Preciso dizer mais?
Se sim, então continue lendo o texto “Deus, um Mago”.


Deus, um Mago
Os judeus e cristãos por mais de seis mil anos acreditavam que Deus era apenas um mago que transformava água em vinho, que curava com poderes divinos, que criou o mundo, os animais e o ser humano.
A Bíblia e o Pentateuco sempre foram sua base e orientação para sua fé, sempre acreditaram nele dessa maneira até que se declarou que não era como acreditavam.
Declarado sem evidência científica ou embasamento bíblico, foi tirado de Deus seu poder criador que fugia às leis de Lavoisier – “na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma” -, afinal, nós, seres humanos, limitados pela morte, doenças e outros fatores existenciais, criamos um deus.
Entretanto, “acredito no Deus que criou os homens, e não no deus que os homens criaram” – Voltaire.
Mas seja sincero: você acredita em Deus? Se acredita, como acha que Ele deixaria seu conhecimento através das gerações?
Eu acredito que através da Bíblia.E se você não acredita em Deus, por que se importa tanto em querer provar para os outros que Ele não existe, ou mesmo veio ler este texto, ou por que ficou tão empolgado com uma declaração de que Ele não é como todos pensavam?
Não importa se seja cristão, ateu, deísta, agnóstico, em algum momento da vida você questiona a existência de Deus e como o mundo foi criado e até por algum momento clama por Seu socorro, não se vive a vida sem se ter o conceito de Deus ou criação definidos.

Conforme outro texto que deixei postado aqui, Deus, com sua sabedoria, não deixaria um livro para que os seres humanos simplesmente interpretassem a seu bel-prazer (leia o texto aqui!). Então, passamos mais de seis mil anos interpretando a Bíblia do jeito errado, será mesmo?
Você sabe quem escreveu o livro de Gênesis? Deus? Adão? Eva?
O livro do Gênesis foi escrito por Moisés, assim como os demais quatro primeiros livros após esse, que formam o Pentateuco, que todo cristão e judeu sinceros acreditam na veracidade de suas palavras, afinal, se você não crê que Deus deixou a Bíblia e que suas palavras são vãs, “inúteis”, ou não tem significado algum, então, para você, Deus não importa e esta discussão não prova nada. Mas se você acredita em Deus ou o busca de alguma maneira silenciosa e lá no fundo teme a Ele, então saiba que Deus não é mesmo um Mago. Deus é muito mais do que isso!

“No princípio, criou Deus os céus e a terra”. Gênesis 1.1. A palavra aqui usada no original hebraico é bara בָּרָא, que significa criar, mas uma ação que só pode ser executada por Deus – não há outro uso na Bíblia dessa palavra que não seja atribuído a Deus.

Se você acredita na Bíblia, acreditará nas palavras de Moisés acerca de Deus. Agora, mesmo que você diga que o Gênesis está errado, no livro do Êxodo, temos uma declaração do próprio Deus falando sobre a criação do mundo. “E Deus falou todas estas palavras” (Exôdo 20:1), “pois em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas no sétimo dia descansou, Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e o santificou”. Êxodo 20:11.
Ora, se o próprio Deus afirma que criou o mundo em seis dias, como não vou acreditar em Suas palavras!? É assim que diz o próprio Senhor!
E não é só o Gênesis que testifica a criação do mundo:
“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus.
Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.
Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens”.
João 1:1-4
Interpretamos errado a Bíblia? Creio que o apóstolo São Paulo é bem claro em suas palavras:
“Porque desde criança você conhece as sagradas letras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus.
Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça,
para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra”.
2 Timóteo 3:15-17

A Bíblia é clara, e você é inteligente para lê-la, você não precisa esperar que outros digam para você o que é certo, “porque desde criança você conhece as sagradas letras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus”.

É conhecendo as sagradas letras que nos tornamos sábios e podemos interpretar corretamente a Bíblia, e o mais importante, nos tornamos sábios para a salvação mediante a fé em Jesus.

Se você acha que este tema da criação ou no que se deve acreditar é um tema sensível, se você tem uma opinião diferente, apenas peço que lembre que o importante é a Salvação, que é acreditando em Jesus, afinal, o contexto da morte de Jesus numa cruz só é entendido à luz da palavra e tem relação direta com a Criação e a queda do homem.

Você é indiferente a isso, mas sente falta de Deus ou que há um vazio na sua vida? Então lembre que Deus não é um mago, Ele é mais que isso, porque um mago apenas ilude e cria falsas imagens, mas Deus pode realmente criar! – ele criou (bara) os céus e a terra, e ele pode criar um coração puro em nós, assim como o rei Davi pediu (Salmos 51:10 – sim, neste verso originalmente em hebraico o verbo usado é o bara בָּרָא).

Você tem dúvidas acerca do que acreditar? Lembre-se:
Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo.
Gálatas 1:10-11
 
Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim.
Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.
Mateus 15:8-9
E para você, Deus é um mago, apenas um fator na Ciência ou, muito mais do que isso, realmente o Senhor Criador dos Céus da Terra e Mar, Deus?
Para mim, Ele é, com certeza e com fé, o Criador e meu Salvador.
Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens,
também eu o confessarei diante do meu Pai,
que está nos céus.
Mateus 10:32
 
André Basualto