Relendo a Bíblia nos dias de hoje (01): Interpretada de qualquer jeito?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×
Muitos dizem interpretar a Bíblia da maneira que bem entendem, que é um livro que pode ser traduzido de qualquer jeito, que é apenas uma questão de interpretação e entendimento. Graças a Deus sua misericórdia e graça estão acima disso!
Mas não é importante ler a Bíblia e buscar entender o que o próprio DEUS quis dizer através de sua Palavra? Ou a interpretação de qualquer um de nós, pecadores, basta? Leia esta crônica e reflita.
Relendo a Bíblia nos Dias de Hoje
Interpretada de Qualquer Jeito?

Imagine que você é um escritor e eu lhe contratei para contar várias histórias de uma família para você e ao mesmo tempo mostrar tudo o que você deveria aprender com elas e depois você escrevesse um livro para mim.
Eu começaria contando com aqueles que iniciaram aquela família, como o pai e a mãe se conheceram, apaixonaram-se e decidiram se casar. Diria que tinham um amigo, que era mais como um pai para eles, muito especial, que cuidava deles o tempo inteiro e sempre se reunia com eles no fim de cada dia.
Por algum motivo, a mulher e o marido traíram a confiança desse grande amigo por não confiarem nele, e se afastaram dele. Os problemas começaram então. Apesar disso, o amigo sempre se importou com eles, e buscou desesperadamente uma maneira de ajudá-los.
O tempo passou, o casal teve filhos, cresceram e se tornaram bem sucedidos, porém, dominado pela inveja, o mais velho matou o mais novo e trouxe tristeza imensa. Fugiu para longe e deixou esse vazio. Mas o casal teve outros filhos, e assim sua descendência continuou.
Cada personagem, nessa história, é importante para que você compreenda cada lição que eu queira lhe passar. Você pediu para ser sábio e sabe que deve escrever este livro que estou lhe oferecendo porque o que conto nele pode impedir novos problemas, trazer paz, manter os nossos princípios humanos e deve ser urgentemente compartilhado. Somos seres humanos, precisamos tanto de conhecimento, para sobreviver nesse mundo caótico, que esta sabedoria é essencial.
Agora imagine que, em um determinado momento, eu precisasse deixar alguns empregados meus para que eles continuassem contando a você as histórias. Tenha certeza que tenho confiança tremenda nestas pessoas. Entretanto, meus empregados não tem tanto conhecimento ou cultura quanto eu, certamente eles irão contar o resto da história com suas palavras e você deverá perceber que cada um conta de seu jeito próprio, conforme aquilo que cada um vivenciou.
E quando você perceber, terá escrito um livro com todas as histórias, mas cada qual contada de sua maneira e, ainda assim, escrito do seu jeito. E apesar de tudo, ainda revisarei o livro, e direi como ele deve ser interpretado, que existem situações que têm milhares de lições, e que em alguns momentos, algumas palavras tinham de ser seguidas ao pé da letra, em outros, aproveitei para brincar com as palavras e quis estimular seus leitores a olharem além.
Se algum dia, daqui a 3000 anos, alguém quiser ler seu livro, não precisará ele entender em que circustâncias viviamos para interpretá-lo? Não precisa ele estudá-lo que nem estuda Literatura? – Ao estudar Literatura, percebe-se que cada autor viveu em um tempo diferente e tinha um estilo diferente, mas todos amavam escrever e que, aquilo que eles queriam dizer, muitas vezes fora interpretado de maneira errônea.
Parece algo simples, mas não é. A Bíblia é como um campo imenso, que esconde tesouros, você só irá encontrá-los se realmente quiser explorar.
Deus pode não ter escrito a Bíblia com suas mãos (mas houve algo que o próprio Deus escreveu!), mas basicamente pediu para que seus servos contassem as histórias e Seus ensinos a seus filhos e passassem isso adiante. Ou seja, outros escreveram da sua maneira, mas escreveram inspirados por Deus e o essencial estava sempre presente.
E desde a infância conheces as Sagradas Escrituras e sabes que elas têm o condão de te proporcionar a sabedoria que conduz à salvação, pela fé em Jesus Cristo.
Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça.
2 Timóteo 3:15-16
Existe um outro detalhe, estamos lendo textos que foram inscritos por pessoas que viveram em um determinado momento, há mais de 2000 anos. É muito óbvio que determinadas situações ou fatores não existam mais hoje, mas não quer dizer que não tenham alguma aplicação moral ou religiosa. Eu poderia tentar discorrer sobre “hermenêutica” e “exegese” – que são ramos filosóficos da maneira de se interpretar -, mas meu objetivo aqui é mais simples.
Se Toda a Escritura é inspirada por Deus, porque deveríamos desvalorizá-la e interpretá-la de qualquer jeito? Existem tantos seres humanos que escrevem tão bem, colocam segredos, mistérios, tesouros e lições dentro de suas histórias, que estão apenas esperando que interpretemos como eles bem pretendiam, por que Deus, nosso Criador, e um Ser Onisciente, deixaria um texto “qualquer” para ser interpretado a meu bel-prazer?
Que possamos sempre orar e pedir para que Deus nos mostre a Sua verdade e vontade, do contrário, ler a Bíblia apenas por ler, qualquer um pode fazer.
A Bíblia é como um campo cheio de tesouros escondidos.
André Basualto