Capítulo de hoje: Levítico 5

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

 

O capítulo 5 de Levítico começa falando sobre uma pessoa que foi testemunha de pecado, e cumplicidade. A pessoa que foi testemunha e for chamada a depor, tem que falar a verdade daquilo que ouviu ou presenciou. A verdade sempre foi e sempre será fundamental em qualquer processo de julgamento de ações (não de corações).

Sobre “tocar em animais imundos”, temos que levar em consideração as condições sanitárias daqueles tempos. Não sabia se certas doenças poderiam ser contraídas. Fala também no verso 3 que, embora algo de ruim seja feito em oculto, sempre será considerada ação condenável.

Sobre o juramento, a Palavra de Deus está falando aqui, no verso 4, não em relação a conversas banais. Está mostrando o poder de cumprir aquilo que se fala. Um homem (ou mulher) não é obrigado a prometer nada. Mas depois que promete, tem que cumprir o prometido! E quem não cumpria, era considerado culpado. E assim sendo, deveria existir a expiação do pecado conforme a lei cerimonial descrita nos versículos 5 a 13.

O restante do capítulo fala sobre o cuidado que a pessoa tinha (e tem) que ter com os mandamentos do Senhor. Mesmo que a pessoa não saiba, em princípio, do pecado que está cometendo, mas depois tomar conhecimento, precisava ter expiação do seu pecado através do sacrifício. Pecado não deixa de ser pecado, apesar da ignorância. Jesus morreu por todos os pecados, inclusive, aqueles cometidos sem o conhecimento da lei de Deus pela pessoa. E por isso, este pecado precisava de expiação.

Deus é princípio. Grande abraço a todos. 🙂