A corda

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Todo mundo sabe o que é uma corda. Mas, ao pensar no que escrever, resolvi ler no dicionário a definição desse objeto, pois gosto muito de ver os significados das palavras. Segundo o Dicionário Online de Português corda é “um conjunto de fios torcidos juntos que formam uma peça resistente de aplicação variada.” Posso dizer que um fio sozinho não é uma corda, tão pouco garante resistência, porém um conjunto de fios podem ser usados para inúmeras coisas.

Antes de continuar, quero explicar que este texto foi escrito, primeiramente, para um roteiro de vídeo da Lição da Escola Sabatina que está no final da página, mas achei muito bacana “reprisar” aqui no Cooltura.

Continuando…

Assim como uma corda, Deus queria que seu povo se unisse a Ele e ao seu próximo, em um conjunto, para seremcabo abençoados de inúmeras formas. Mas o povo estava feito uma corda toda desfiada. Nesse caso, desviada desfiada de Deus. Essa desunião com o Senhor se agravou ainda mais ao pedirem um rei para liderança, tirando a vontade de Deus de, Ele mesmo, liderar seu povo. A união entre Deus e o homem estava cada vez mais fragmentada.

Muitos reis ruins como Jeoaquim e Joaquim, fiho e neto de Josias respectivamente e Zedequias, levaram uma grande ruína ao reino de Judá, mas quero falar sobre o rei Josias. Ele foi o décimo sexto rei de Judá e, antes dele, seu pai Manassés e seu avó Amon governaram, sendo considerados os reis mais ímpios do reino do Sul. Josias foi um rei segundo o coração de Deus entre reinados totalmente aquém do Senhor.

Josias tinha a influência negativa de seus familiares, mas foi leal ao Deus de Israel. Ele decidiu fazer o que era certo, mesmo quando todos estavam fazendo o errado. Por causa de sua obediência, Deus pôde usá-lo. Infelizmente hoje vemos pessoas tão influenciáveis que não conseguem se manter firmes aos princípios bíblicos dependendo da situação. (Será que me vejo nessa situação?)

Mesmo Josias fazendo a vontade de Deus e tirando as más práticas daquele povo “a ausência de práticas más ou errôneas não significa que boas práticas ocorrerão automaticamente” (Lição 3 da Escola Sabatina, Segunda-feira). Aos poucos tudo que Deus falou que aconteceria, aconteceu com Judá e Jerusalém. Eles viram que a decisão de ter um rei, foi a pior possível. Mesmo assim Deus ainda preservou seu povo de uma destruição, dando-lhes esperança, ao longo das gerações do povo de Israel, através dos profetas Jeremias, Daniel e Ezequiel.

As lições que podemos tirar dessa história são muitas, mas vou me ater a uma: Assim como Josias, devemos fazer o certo porque é certo. Deus sempre irá nos mostrar através de seus profetas (do estudo da Bíblia, da Lição da ES ou Espírito de Profecia) o correto, mas, mesmo que façamos o errado, Ele ainda estará nos esperando acordar e entender a Sua vontade em nossas vidas. Então seremos semelhantes a uma corda, unidos a Ele para que nos use de diferentes formas.

Assista ao vídeo da Lição