Milagres Atuais – Comentário jovem sobre a Lição da Escola Sabatina

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Era uma época em que a medicina não era desenvolvida como a de hoje. O saneamento básico não era o ideal para saúde e a expectativa de vida não dava muitas esperanças. O mundo vivia em trevas espirituais pois os responsáveis em representar o caráter de Deus na terra estavam reapresentando o caráter do inimigo de Deus. Egoísmo e orgulho reinavam e faziam aqueles que olhavam para seus líderes espirituais, com o objetivo de encontrar mesmo que fosse um raio de luz, perder sua pouca esperança. Foi nesse contexto que Cristo veio à terra. Ele veio salvar e restaurar o homem.

Mas restaurar como? Sabemos que o homem é formado de três áreas: física, mental e espiritual. Podemos ver Cristo buscando o homem onde estava, e restaurando essas três áreas (Mt 8), como Ele mesmo dizia: “Vim para que tenham vida e a tenham em abundância.” (João 10:10). Seu trabalho era completo.

E hoje? O que mudou? Temos uma medicina muito desenvolvida e a expectativa de vida relativamente alta, porém, mesmo assim, o egoísmo e o orgulho continuam reinando. Pessoas que buscam esperança para libertação de suas enfermidades, principalmente mentais e espirituais, olham para o mundo cristão e veem uma mornidão apática. Mal sabem elas que precisam de vestidos brancos, porque são desprovidas da justiça de Cristo; precisam de ouro refinado, pois lhes faltam fé e amor, e igualmente do colírio, posto que a rotina do pecado lhes cegou (Ap 3:14-21).

A mesma pergunta surge no coração de cada pessoa, tal qual aquele leproso (ver Mateus 8:2-4) com sua última gota de esperança, soluçando em nossa angústia: “Jesus ainda pode fazer um milagre em minha vida!?” Pode Jesus me libertar do meu vício de pornografia? Minha depressão? Minha vaidade? Pode Jesus recuperar meu emocional que foi tão prejudicado por uma família irregular? Pode Jesus me curar de ter propensões homossexuais? Pode Jesus salvar meu relacionamento? Pode limpar minha mente? Quer Jesus me limpar de todas as sujeiras e perdoar-me de todos meus pecados? A todo pedido feito com fé, “Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo.” Mt 8:2,  a resposta que atravessa os séculos ressoa: “Quero; sê limpo.” Mt 8:3. “Perdoados te são os teus pecados.” Mt 9:2.

Não tem fé? Faça rapidamente este exercício mental: Pense na pessoa em que você mais confia. Por que você confia nela? Não seria por que você a conhece? Sim! Quer ter fé em Deus? Leia a Bíblia, leia o Espírito de Profecia, relacione-se com Deus, conheça a cada dia a mente de Deus; conheça os princípios deixados por Ele. Aplique as verdades em sua vida. Sua fé irá aumentar; você ganha mais confiança nEle por conhecê-Lo melhor.

Fica aqui um texto inspirado:

“Em alguns casos de cura, Jesus não concedia imediatamente a bênção solicitada. Mas, no caso da lepra, mal o apelo era feito, a bênção era concedida. Quando oramos por bênçãos terrestres, a resposta à nossa petição pode ser adiada ou Deus talvez nos dê algo diverso do que pedimos. Não é assim, porém, quando oramos por libertação do pecado. É Sua vontade purificar-nos do pecado, tornar-nos Seus filhos, e habilitar-nos a viver uma vida santa. Cristo “Se deu a Si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus, nosso Pai” (Gl 1:4). “E esta é a confiança que temos nEle: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a Sua vontade, Ele nos ouve. E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que Lhe fizemos”(1Jo 5:14, 15). Jesus olhava aos aflitos e desalentados, aqueles cujas esperanças se haviam desvanecido, e que procuravam, com alegrias terrenas, acalentar os anseios da alma, e convidava todos a nEle buscarem descanso.” (A Ciência do Bom Viver, p. 70, 71).

Por: Marlon Ávila