Para quê serve o sal? (comentário sobre a lição da escola sabatina)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

O tema da lição desta semana é bem pertinente à era eclesiástica que estamos inseridos e vivenciando. As religiões, há séculos, fazem obras de caridade. Budismo e Espiritismo são os melhores em assistencialismo social. O que difere as religiões, se no fim das contas, o importante é o amor ao próximo? Ghandi estaria certo em não compactuar com o Cristianismo? O que nos difere das demais religiões e denominações cristãs judaicas?

Vejamos o exemplo: Cristo. Ele é o padrão do Cristianismo. O modelo, conforme diz João 13:15. Se o Cristianismo não estuda a vida de seu principal fundador, como ousa levar o título nas costas? Para quê ser cristão, se não há imitação do caráter de Jesus? O mesmo serve para o Budismo, se não há imitação de Buda.

O comentário de Ellen White deixa bem claro que o Mestre preferia estar entre os pobres. Por quê? O que há em um pobre que não exista em um rico? Qual o problema do rico? Jesus ensinava e depois ajudava a todos que a Ele vinham. O que difere Cristo (Cristianismo) de Chico Xavier (Espiritismo), por exemplo? Por que não nos unimos as outras religiões e denominações cristãs e fazemos o bem a um mendigo, oferecendo-lhe sopa, por exemplo? Fazer um flash mob gospel, a fim de dizer que somos cristãos alegres? Ou melhor, mudar as nossas músicas para um gosto mais popular, para que incrédulos possam ser atraídos? Criar “espaços” para atrair a classe alta seria a solução? O que nos difere de Cristo? Ele faria tais métodos de evangelização?

Ellen White fala no comentário que Cristo fazia questão de ir a sinagoga, porque lá Ele alcançaria muito mais do que fora da sinagoga. Estamos mesmo estudando os livros que falam sobre a vida de Cristo? Porque não parece, olhando para essa novas tendências em contraste com a vida de Jesus,

Vale ressaltar que os fariseus davam suas ofertas e dízimos, ajudavam a viúva e o órfão, enfim, faziam obras boas, assim como qualquer outra religião ou denominação cristã. O que nos diferencia dos judeus? Nada! Absolutamente nada! Somos iguaizinhos a eles. Eles não se pareciam com Cristo. Logo…?

Fazemos boas obras. A ADRA é uma prova disso. Temos transmissão de TV e Rádio que levam esperança aos oprimidos. É uma igreja boa demais (cf. Ap. 3:14-17). Rica em talentos e tesouros! O que temos feito com esses recursos?

Usamos a ADRA para não fazer o nosso papel na nossa comunidade local. Usamos a TV e Rádio para nos vangloriarmos das coisas que fazemos, mostrando ações assistenciais, indo contra o conselho divino: o que a tua mão direita fizer, a tua mão esquerda não veja (cf. Mt 6:3). Gostamos de idolatrar cantores em programas musicais. O que nos diferencia dos demais canais evangélicos? Devemos mesmo sair do banco da igreja e atender a comunidade sem ter um preparo árduo?

Jesus levou 30 anos Se preparando para fazer a obra. A igreja tem feito o mesmo? Ellen White diz que Cristo estudava o Antigo Testamento e aplicava tudo aquilo que tinha aprendido do texto sagrado. A gente faz isso? A ao menos lemos a Bíblia? Ao menos lemos o que Ellen White falou sobre Evangelismo? Você sabia que Ellen White escreveu esse livro? Sabia que ele tem mais páginas que “O Desejado de Todas as Nações”? Deus nos deu instruções de como evangelizar e ser uma bênção para o meio em que estamos inseridos. Obrigue-se a ler essa obra. Prepare-se primeiro! Afinal, qual o soldado que vence uma guerra sem ter preparo?

Outro ponto da lição: Jesus nos chama de “sal da terra”. Por quê? O sal não dá só o sabor, mas também conserva o alimento. A Palavra de Deus é o nosso alimento. Temos conservado a verdade das Escrituras? Temos conservado o que a profetisa nos deixou? Somos conservadores ou liberais? Se você não é um cristão conservador da Palavra, então você não é sal. Volto a perguntar: o que nos difere das demais religiões? É só o assistencialismo que importa? Se não temos amor pela Verdade, nada adiantará.

Devemos pensar que a igreja é uma escola para o mundo em trevas. Se nós não possuirmos luz suficiente para nós mesmos, o que vai nos diferenciar do mundo?

Por Sthefeson Rony Jr