Portadores de Esperança – Comentário jovem sobre a Lição da Escola Sabatina

“Todos podem ser grandes porque todos podem servir.” (Martin Luther King)

“Somente uma vida dedicada a outros é uma vida que vale a pena ser vivida.” (Albert Einstein)

“Ninguém cometeu erro maior do que aquele que nada fez porque só podia fazer pouco.” (Edmund Burke)

A lição desta semana traz a nós conceitos importantes e relevantes para a nossa caminhada cristã. No título “Justiça e Misericórdia” vemos duas características fundamentais que nos revelam a grandeza do caráter de Deus e a base de Seu trono.

No hebraico, praticar a justiça (hebr. tsedâqâh) é dar ao outro aquilo a que ele tem direito de forma que nada lhe falte, seja isto comida, roupas, dinheiro ou até mesmo trabalho. Deus nos chama a andar em justiça e retidão (Gn 18:19) porque Ele mesmo é justo. “Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor”. Jeremias 9:24. Podemos ver a justiça e a misericórdia de Deus no seguinte trecho da inspirada escritora: Continuar lendo

Restauração do domínio

O autor da lição fez um esquema muito prático e simples de ser entendido. Vejamos o que ele fez:

1- Sábado

Percebi que as introduções das lições são um sumário de tudo aquilo que vai ser discutido durante a semana. Tem três coisas que o autor coloca: como era o Éden; o domínio do santo par no Éden e o êxodo do Éden; e a restauração do Éden.

2- Domingo, “Criado para dominar”

Há uma explicação sobre o que é esse domínio. Nós pensamos como senso comum pensa: “domínio” é algo ruim e nos remete a despotismo. A lição, porém, trata esse assunto com sabedoria. O comentário de Ellen White sobre a lição deixa a pista no terceiro parágrafo da lição de domingo: inteligência, cérebro pensante e autônomo.

Era propósito de Deus que o homem usasse esse domínio (toda a capacidade intelectual) para constantemente aprender sobre Ele e que começasse a pensar e agir como Ele. “Seu caráter seria moldado de acordo com o caráter divino.” (CBA, V. 1, p. 1082). Continuar lendo

Cisternas rotas

Leitura biblia

No Amazonas, há uma palavra que só de ser mencionada traz riso aos ouvintes, chama-se: gambiarra. Com certeza em outros lugares também devem usá-la com o mesmo sentido que os amazonenses, mas pelo menos em Manaus ela é bem frequente.

A gambiarra trata-se de um artifício, engenhoca ou técnica incomum que substitui um objeto específico em uma situação de emergência. Em geral, o importante não é se a gambiarra tem uma estética boa, e sim se ela funciona. Você consegue pensar em exemplos de gambiarras?

Continuar lendo