Argumentos a favor da ordenação de pastoras

Depois de vários comentários que chegaram ao último texto sobre o assunto, decidi fazer um texto que explicasse e comentasse dúvidas e argumentos a favor da ordenação de pastoras. Se você não viu a parte 1, clique aqui

Alguns esclarecimentos prévios:

  1. Pensei que tivesse ficado claro que o ponto da ordenação feminina a ser discutido fosse no quesito pastoral, tanto é que foi delimitado o assunto quando se mencionou “Eis o principal argumento que vejo contra a ordenação feminina ao pastorado”. As imagens também foram escolhidas para esclarecer isso. Se ainda persiste alguma dúvida, esclareço agora que minha intenção no título foi dizer que a ordenação de pastoras não tem apoio bíblico, não fui contra ordenar mulheres que atuem na atmosfera que a Igreja adventista já considera e que tem respaldo Bíblico (diaconisas, por exemplo).
  2. Nós não postaremos comentários desrespeitosos que chegarem para nossa moderação, se o comentário foi respeitoso, ainda que discordante do artigo, ele será postado.
  3. Nós temos ciência de que o voto na Conferência Geral vai levar a possibilidade de que cada divisão decida se ordenará pastoras ou não, mas o pano de fundo da discussão é de teor exegético, cultural, teológico e com certeza envolve permitir ou não que pastoras sejam ordenadas (o fato de a China ou a Divisão Norte Americana já ordenar pastoras não quer dizer que a IASD mundial as reconhecesse oficialmente).
  4. A repercussão do artigo foi boa ao ponto de que talvez em breve tenhamos uma parte III.

Continuar lendo

Entenda por que a ordenação feminina não é bíblica

Ordenar ou não ordená-las? Eis a questão. Parece até estranho pensar que um ponto que deveria ser potencializador da Igreja (a saber, o assunto sobre liderança espiritual) tem sido divisor em alto nível. Dessa vez, no entanto, o título desse artigo não é uma pergunta reflexiva ou pegadinha, acreditamos que o compromisso da IASD é para com a Bíblia, por isso, vamos dar um megafone para ela dar sua opinião em alto e bom tom, uma vez que o precioso livro tem sido muito negligenciado no debate.

Essa será a primeira parte do artigo, nada melhor que uma boa e velha explanação da Bíblia, a segunda parte analisará os argumentos a favor da ordenação feminina. Afinal, “Se você tiver a coragem de perguntar a Bíblia terá a coragem de responder.”

Apesar de muitos debatedores desse assunto dizerem que não existem evidências bíblicas para ter uma posição firme, esperamos que ao final desse estudo, se você estiver nesse grupo, o leitor tenha uma visão mais ampla e, quem sabe, mude de ideia.

Continuar lendo